ODIVELAS FUTEBOL CLUBE
Edição para impressão

Artigo: Odivelas FC: És e serás sempre dos Odivelenses
Publicado dia 25/03/2011 às 13:12
.

Nome: Humberto Fraga Fernandes
Cargo: Primeiro e príncipal responsável pelos destinos do Clube desde : 27-06-2002 a 25-05-2009.
Associado: perto de 40 anos
Ex. Atleta: Em diversas épocas nas equipas mais representativas do ODIVELAS F.C. como jogador no Escalão de Sénior.

Começo por informar todos os associados do Odivelas Futebol Clube, simpatizantes, entidades públicas e privadas, patrocinadores e demais interessados de que me disponibilizo para um debate, assembleia ou outras, com o objectivo de contribuir para um melhor esclarecimento de todos os interessados na vida do Odivelas F.C. chegar, deixando desde já aqui o meu contacto pessoal: 91 945 30 10.

A suspensão da equipa liderada por mim, por decisão do senhor Administrador de Insolvência Dr. Florentino Matos em 25 de Maio de 2009, teve como contorno "caricato", o comentário que o próprio me manifestou, assim como o seu assessor Engº. António: "Todo este processo correu-me muito mal e a pior decisão foi ter afastado o Senhor Humberto, mas a mesma deveu-se á muita pressão exercida por alguns associados". Todos nós sabemos quantos foram e como o fizeram, e a seu tempo tudo será clarificado, também neste e noutros assuntos que ainda estão por esclarecer.

Após o meu afastamento do Clube, a forma como a mesma foi comunicada provocou muita dor, lágrima e sofrimento. Não serei o único, e reconheço que muitos Odivelenses o fizeram com o mesmo empenho, mas alguns dos meus melhores anos foram dedicados ao ODIVELAS FUTEBOL CLUBE, e durante a minha gestão dediquei mais de 7000 horas de trabalho ao Clube. É bem revelador da intensidade com que tudo era pensado, analisado e colocado em pratica.

Passadas algumas horas de dor e sofrimento pelo despacho de dia 22 de Março de 2011 da Exmª. Meritíssima Juíza do Tribunal de Loures, e agora um pouco mais restabelecido vou procurar expor perante os nossos leitores a interpretação que se faz dos factos ocorridos... Repetimos, é a uma leitura dos factos, e como vivemos num estado de direito, admitimos que a mesma possa ser discordante com outras visões ou opiniões.

Em Março de 2010, dizia-se que o Odivelas iria fechar as portas em 31 de Maio de 2010. É então que resolvi contactar o Benfica SAD na pessoa do seu Presidente Luís Filipe Vieira para pedir ajuda a ultrapassar a fase difícil em que o Odivelas se encontrava. Nas reuniões havidas foi fixado um valor de 300.000,00 € para liquidar a divida, valor mais que suficiente para pagar os créditos reclamados e ainda sobrava para voltar a criar os alicerces que iriam reerguer o clube.

Como seriam então utilizados os 300.000,00 €

PLANO APRESENTADO POR HUMBERTO FRAGA - 1º PLANO
CRÉDITOS PRIVILEGIADOS (Os Créditos Privilegiados têm prioridade sobre Créditos Comuns e Créditos Subordinados, e para viabilizar um qualquer plano é necessário ter em atenção estes créditos.)
Finanças - Pagamento na totalidade
Segurança - Pagamento na totalidade
Ex. Funcionários - Pagamento na totalidade

CRÉDITOS COMUNS (Restantes Fornecedores)
Pagamento em 50 % a todos os credores que reclamaram créditos.

À posterior fui contactado pelo Senhor Dr. Bruno Brandão (Presidente Comissão de Credores) em nome do Senhor Administrador Dr. Florentino para considerar no plano uma verba de 50.000 € para a "Massa Insolvente" (foi-me explicado que este valor seria para liquidar água, Luz e vencimentos a funcionários em atraso)

NOTA: Quando me foi comunicado o meu afastamento do OFC não existiam quaisquer salários em atraso aos funcionários (Abril de 2009)

Entretanto, os vencimentos de salários a funcionários chegaram aos 8/9 meses de atraso, valor esse que deveria ser da responsabilidade do acto de gestão do Senhor Administrador e não ser o fundo (300.000,00 €) a ter de suportar esta verba.

Entretanto, a Câmara municipal de Odivelas aparece com um segundo plano de pagamento, com as seguintes características:

PLANO APRESENTADO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS - 2º PLANO
CRÉDITOS PRIVILEGIADOS (Os Créditos Privilegiados têm prioridade sobre Créditos Comuns e Créditos Subordinados, e para viabilizar um qualquer plano é necessário ter em atenção estes créditos.)
Finanças - Pagamento na totalidade
Segurança - Pagamento na totalidade
Ex. Funcionários - Pagamento na totalidade

CRÉDITOS COMUNS (Restantes Fornecedores)
Pagamento de 25 % a todos os fornecedores.

NOTA: No 1º Plano o pagamento a fornecedores seria de 50%, enquanto que no 2º plano o pagamento seria de 25%, pelo que seria suposto sobrar no 2º Plano mais dinheiro do que no 1º Plano, visto a verba "inicial" ser a mesma, de 300.000,00 €.

SURPRESA: Em plena audiência no Tribunal foi proposto aos Ex. Funcionários o recebimento do seu valor em 4 prestações de 25% cada, com intervalo de três em três meses. (Esta proposta foi apresentada em tribunal sem conhecimento da comissão de credores, tendo sido chumbada pelos Ex. funcionários e Playpiso)

PAYPISO: Sabendo que a Playpiso não iria dar o seu aval à proposta apresentada, exigia-se um pré-acordo, este feito nos bastidores para garantir deferimento por maioria de 2/3 dos votos necessária para a aprovação do plano.

Conclui-se que a ausência de estratégia nestes dois pontos (pagamento de 25% e faseado de três em três meses), levou ao chumbo do plano.

Certamente que se devem tirar as ilações sobre a estratégia adoptada para aprovação do plano e pedir-se responsabilidades a quem de direito.

Por outro lado se existia dinheiro para pagar 50% no 1º Plano, o que foi que correu mal quando o mesmo valor (300.000,00 €) nem chega agora para pagar 25% ??

Que futuro para o Odivelas Futebol Clube: Existem várias possibilidades que estão a ser analisadas em conjunto com a viabilidade de algumas opções, mas para isso é necessário consenso e unidade nos esforços para que ainda seja possível alterar a posição do Tribunal.

Não deixaremos de alertar os mais descuidados para os lobos vestidos com pele de cordeiro que gravitam em volta do Odivelas Futebol Clube, bem como para o ditado "Olha o que eu digo e não para o que eu faço", pois nesse sentido, devemos olhar para o que foi feito no passado e prever o que vem no futuro.

Procuramos ter contribuído de alguma forma para um melhor esclarecimento sobre a posição presente do Odivelas Futebol Clube, certamente que daremos notícia sempre que exista novos desenvolvimentos.

Saudações Odivelenses



© Copyright (c) 2004/2018
Desenvolvido por Pedro Boléo - pboleo@gmail.com